combois_4624

Os trabalhos de eletrificação da Linha do Minho no troço que liga Barcelos a Viana do Castelo decorrem no próximo mês e meio. A empreitada da Infra-estruturas de Portugal prevê “a ligação da catenária instalada à Subestação de Tração Elétrica de Travagem, passando a catenária a estar energizada, com tensão elétrica a 25.000 Volts”. “Os trabalhos vão decorrer por um período estimado em um mês e meio de testes e ensaios da nova catenária que permitirá ao Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) conceder a autorização de entrada ao serviço da linha eletrificada, após o que a IP disponibilizará a linha aos operadores para circulação de comboios em modo elétrico”, explicou a empresa. A propósito de um aviso lançado à população sobre “os perigos resultantes dos fenómenos elétricos associados”, a IP adiantou estar concluída “a nova subestação de tração de Vila Fria, que entrará em exploração elétrica no início de 2020, com a conclusão da ligação da sua alimentação, pela Rede Elétrica Nacional (REN), já em desenvolvimento”. Segundo a IP, “está em curso a implementação de sinalização eletrónica do troço Nine (distrito de Braga) e Valença (distrito de Viana do Castelo), que se prevê que seja concluída até final de 2019”. combois_4624