vila fria_0735

A segunda ronda da I Divisão AFVC rendeu menos golos do que a jornada inaugural, mas mantém uma média superior a três golos por jogo. As emoções atingiram os píncaros em Ponte da Barca, onde o Lanheses impôs uma igualdade a três. Os homens de Rogério Brito chegaram a ter dois golos de vantagem, consentiram o empate, voltaram a adiantar-se, mas acabaram por ter de dividir os pontos  com uma das equipas mais concretizadoras da prova. Os barquenses já somam sete golos (tal como o Valenciano, que goleou o Ancorense por 4-0), mas o melhor ataque da prova é do… Cardielense, que voltou a festejar quatro (batendo o Castelense por 4-1). No entanto, à segunda ronda, a liderança é do Vianense, que, ao vencer o Monção por 4-0, agrega a melhor diferença de golos. A turma de Miguel Mota é mesmo a única que ainda não sofreu golos. Um dos jogos mais aguardados da ronda terminou empatado e não defraudou as expectativas: o Atlético dos Arcos chegou à vantagem mas o Âncora Praia não se deixou abater e impôs o empate. Ao vencerem fora, Limianos (em Vitorino de Piães por 1-0) e Neves (na Correlhã por 2-1) redimiram-se do arranque em falso. Nota anda para o triunfo do Courense em Campos por 2-0. Na II Divisão AFVC, Melgacense e Darquense conseguiram o pleno de vitórias e parecem apostados em fazer esquecer as últimas épocas, merecendo ainda destaque a goleada do Raianos ao Arcozelo (5-0!). Deucriste (em Anais) e Fachense (na recepção ao Torreenses) foram os outros vencedores da ronda, já que no Lanhelas-Bertiandos não houve golos e, nos jogos disputados em Arcos de Valdevez, Távora e Adecas tiveram de recuperar dois golos de desvantagem para empatar frente a Vila Fria e Vila Franca. No Campeonato de Portugal, o Cerveira foi goleado pelo Braga B (5-0).