caminho santiago albergue caldelas 02

A antiga escola primária de Caldelas, no concelho de Amares, foi transformada no primeiro albergue de peregrinos do Caminho Jacobeu da Geira e dos Arrieiros, que liga Braga a Santiago de Compostela. A inauguração aconteceu no passado sábado.

A obra, iniciada em março deste ano, corresponde a um investimento de 20 mil euros suportado pela União das Freguesias de Caldelas, Sequeiros e Paranhos e Câmara de Amares.

O Albergue de Santiago de Caldelas é composto por balneários (masculino e feminino), 16 camas em oito beliches e uma área para refeições. Os peregrinos pagam cinco euros pelo uso das instalações. O albergue está equipado com uma pequena cozinha, frigorífico, louça de cozinha, um espaço para refeições e duas casas de banho com chuveiros, além, naturalmente, da camarata.

O presidente da Câmara de Amares, Manuel Moreira, destacou, durante a cerimónia de inauguração, o trabalho da união de freguesias na criação de um espaço com “ótimas condições”, frisando que, “para além de servir os peregrinos, é também de extrema importância para a economia do concelho”.

O presidente de União de Freguesias de Caldelas, Sequeiros e Paranhos, José Manuel Almeida, apelou aos responsáveis de outros concelhos atravessados por este itinerário que desenvolvam projetos semelhantes, por exemplo em Terras de Bouro (Covelas e Campo) e nos concelhos galegos. Para José Manuel Almeida, o albergue também “é importante porque contribui para desenvolver uma nova área turística e uma potencialidade do concelho, como é o Caminho Jacobeu da Geira e dos Arrieiros”.