IMG_2843

IMG_2953

A FNAC abriu em Viana do Castelo a sua 32ª loja em Portugal e o momento atraiu centenas de pessoas ao segundo piso do centro comercial da cidade. Pedro Abrunhosa é o padrinho da FNAC Viana do Castelo e atuou dentro da loja num showcase que, apesar dos inúmeros telemóveis no ar a captar imagens e vídeo, conseguiu colocar as pessoas a cantar em uníssono “Quero voltar para os braços da minha mãe”.

Com fortes ligações a Viana, Pedro Abrunhosa enalteceu a identidade do centro comercial da cidade por ter um comboio que percorre todas as lojas e considerou a abertura da FNAC como um complemento à oferta cultural que Viana já tem.

A inauguração contou ainda com a presença de José Duarte Glória, diretor do Estação Viana Shopping, e do presidente da Câmara de Viana do Castelo, José Maria Costa, que desafiou a FNAC a “abrir as portas” aos autores da região.

Esta loja representa um investimento que ronda meio milhão de euros e a criação de 15 postos de trabalho diretos. “Esta abertura é mais uma prova de que a FNAC está a cumprir o seu compromisso de levar cultura, lazer e tecnologia a mais portugueses. A nossa rede de lojas continua a crescer, o que nos permite chegar a cada vez mais pessoas que veem na FNAC a solução para as suas necessidades, seja um telemóvel, um livro, um bilhete de espetáculos ou até um eletrodoméstico. Sentimos que já somos uma referência na vida das populações”, afirmou Nuno Luz, diretor-geral da FNAC Portugal.

A partir desta sexta-feira, a loja está aberta ao público e pretende servir toda a cidade e zonas limítrofes, abrangendo assim cerca de 200 mil habitantes. Com uma área comercial de 475 m2, a FNAC Viana do Castelo disponibiliza uma vasta oferta em produtos e serviços, aos apaixonados por cultura, tecnologia e lazer, tendo ainda à disposição dos habitantes da região vários serviços, nomeadamente a Bilheteira FNAC, Clínica FNAC e Adesão/Financiamento Cartão FNAC.