Com uma chuva de golos, o Campeonato da I Divisão AFVC teve mais uma jornada emocionante. Na partida mais aguardada da ronda, o Atlético do Arcos venceu em Valença, por 2-1, com um golo do incombustível Bina, já no período de compensação. A formação treinada por Filipe Martins mantém assim a liderança, a par do Vianense (que somou um triunfo convincente sobre o Courense). Na próxima ronda, os dois primeiros defrontam no Estádio da Coutada, já com o Limianos (que bateu o Castelense por 6-2) à espreita. Quem também mantém a invencibilidade (além dos dois primeiros) é a AD Ponte da Barca, que venceu o Ancorense por 3-1. Quem perdeu pela primeira vez nesta jornada foram Cardielense (batido em casa pelo Monção) e o Âncora-Praia, cabendo ao Neves colocar um ponto final na sucessão de empates da turma orientada por Israel Rodrigues. O terceiro encontro que terminou com 2-3 para os visitantes foi o Vitorino de Piães-Lanheses, com a equipa de Rogério Brito a somar a primeira vitória. A ADC Correlhã empatou em Campos a dois golos e continua sem vencer.

Na II Divisão AFVC, os derbies mais aguardados desempataram o topo da tabela, com o Melgacense a vencer o Raianos e o Darquense a perder em Vila Fria. Lideram agora isolados os de Melgaço, com a formação de Darque a partilhar a segunda com o Barroselas , que derrotou os Torreenses.

Noutro derby vianense, Chafé e Vila Franca empataram (2-2), enquanto os derbies de Ponte de Lima terminaram a favor dos visitados (Anais venceu Arcozelo e Fachense bateu Bertiandos). O Lanhelas obteve o primeiro triunfo à custa do Adecas, que se viu relegado para o último lugar. O Távora goleou o Deucriste e passou a integrar o grupo dos quartos classificados.

No Campeonato de Portugal, o Cerveira foi empatar à Madeira com o Marítimo B, somando o quinto ponto na competição, partilhando assim o 13º lugar com Berço e a AD Oliveirense, cujo plantel acaba de anunciar uma greve por ordenados em atraso e… fome!

Na próxima ronda, que se disputa apenas no dia 27, os cerveirenses recebem o Pedras Salgadas, que segue na penúltima posição.