Arcos de Valdevez vai assinalar a data do Recontro de Valdevez de 1141 com uma programação diferente do habitual, convidando os visitantes do Paço de Giela a participar na “reconstrução emotiva” deste momento histórico. Assim, a 2 de Julho, pelas 11h00 no Paço de Giela, ocorrerá um primeiro momento simbólico com a apresentação de uma estrutura de 2 por 6 metros, que reproduz, de forma adaptada, o grande painel de azulejos sobre o Recontro de Valdevez existente na Estação de S. Bento, no Porto, realizado no início do século XX pelo artista Jorge Colaço. “A partir de 4 de Julho os visitantes do Paço de Giela são convidados a colocarem um “azulejo” de 15×15 cm sobre esse painel, criando essa noção de “reconstrução emotiva” da Recriação, num total de quase 500 peças que edificarão este verdadeiro “Pórtico do Tempo”, que ficará disponível durante todo o verão”, explicou a autarquia.

Será igualmente apresentada uma escultura em poliestireno, integralmente revestida a fibra de vidro de alta resistência, realizada por um artista arcuense, e que em tamanho natural representará, no local, a figura de Afonso Henriques e do seu cavalo, sendo a “primeira peça” de um evolutivo e futuro parque de figuras e elementos relacionados com o Recontro e com o século XII.

Finalizando estes momentos, será apresentado o espumante “Vez”, feito “especificamente com base na importância e significado do Recontro de Valdevez na História local e nacional, na forma de um produto diferenciador, com estética e conteúdo vínico muito próprios, e que marca uma parceria específica do Município arcuense com a Adega Cooperativa de Ponte da Barca e Arcos de Valdevez”, concluiu a autarquia.