“Lista sem ponta por onde se lhe pegue prejudica Valença”

O presidente da Câmara de Valença exigiu a correção dos “erros” na lista de casos ativos de covid-19 que coloca o concelho no risco “extremamente elevado” de contágio da doença, “prejudicando fortemente” a economia local.

“Valença não tem metade dos casos ativos que lhe atribuem. Segundo os últimos dados que nos forneceram, são 201 os casos ativos de covid-19. Este número tão elevado não é real. Conhecendo o concelho como conheço, teremos cerca de 50 casos ativos. As listagens estão desatualizadas. Temos pessoas que estão recuperadas há meses e que ainda constam da listagem de casos ativos. É uma vergonha”, afirmou à Lusa Manuel Lopes (PSD).

Valença integra a lista de 47 concelhos em risco “extremamente elevado”, por terem mais de 960 casos de infeções por 100 mil habitantes nos últimos 15 dias. “Ainda na quinta-feira, na reunião da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho, os meus colegas também comungam da mesma ideia. As listagens não têm ponta por onde se pegue e estão a prejudicar fortemente a economia do concelho”, reforçou.

Facebook
Follow by Email

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*