Morreu Joaquim Barreiros aos 102 anos

Joaquim Barreiros morreu hoje aos 102 anos. A notícia foi confirmada pelo filho Quim Barreiros através das redes sociais. “Meus amigos, quero vos comunicar que Deus chamou a jóia mais velhinha que eu tinha, o meu Pai. O meu herói faleceu hoje, dia 7 de abril”, escreveu o cantor e tocador popular de Vila Praia de Âncora, agradecendo em seu nome e da família as condolências que tem recebido. “Neste momento tão triste, não tenho mais palavras. Muito obrigado”, terminou.

Joaquim Barreiros, histórico acordeonista de Vila Praia de Âncora, fez 102 anos a 15 de fevereiro. Quando completou 100 anos, houve uma festa rija em Vila Praia de Âncora, onde Joaquim Barreiros residiu e abriu uma loja de bicicletas que lhe deu a alcunha pela qual ficou conhecido – “Joaquinzinho” das bicicletas.

Filho de uma professora que veio lecionar para Riba de Âncora, Joaquim veio com mãe do Brasil com oito anos, após a morte do pai que era natural de Covas, em Vila Nova de Cerveira. “Quando aqui cheguei disseram-me que gostavam de músicas agarradinhas, então comprei acordeão e ia atuar para o chamado teatro velho de Vila Praia de Âncora”, lembrou o acordeonista quando celebrou 100 anos. Joaquim Barreiros teve a primeira concertina aos 20 anos. “A minha primeira concertina custou 70 escudos e depois foi o acordeão que custou um dinheirão mais”, contou. Desde então colecionou atuações nas melhores salas de espetáculo da região que se enchiam de público, especialmente veraneantes. A formação que teve veio de dentro de si e da experiência. Tocava tudo de ouvido. 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*