Município de Vila Verde expõe 35 cruzes pela eliminação da violência contra as mulheres 

O Município de Vila Verde assinalou o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres com a exposição de 35 cruzes na escadaria frontal dos Paços do Concelho. Cada cruz representa cada uma das 35 mulheres assassinadas em 2020 em contexto de violência doméstica, em Portugal.  

“É uma homenagem singela, mas muito sentida. É importante que todas as pessoas vítimas de violência doméstica sintam que podem contar com o apoio e ajuda da sociedade”, afirmou a presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Júlia Fernandes, no ato de inauguração da exposição.  

O evento contou com a participação dos vereadores do executivo camarário, Manuel Lopes, Michele Alves e Patrício Araújo, assim como representantes de organizações que se associaram ao evento, nomeadamente a GNR, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens e a Casa do Povo da Ribeira do Neiva. O Município de Vila Verde associou-se ainda à campanha da UMAR-União de Mulheres Alternativa e Resposta. 

“Esta é uma causa que deve mobilizar todas e de todos os cidadãos. Cada um de nós deve estar sensibilizado e disponível para recusar esta barbaridade contra a própria humanidade”, apelou  Júlia Fernandes, Conselheira para a Igualdade.

O Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres pretende mobilizar a sociedade para uma atitude de vigilância e alerta permanente, face aos números da violência contra as mulheres e violência doméstica, num contexto agravado pelos desafios impostos pela pandemia COVID-19.