Ponte da Barca geminou-se com município brasileiro de Poços de Caldas

0
427

Foi assinado um acordo de geminação entre Poços de Caldas, no Brasil, e Ponte da Barca,  com o objetivo de estreitar os laços de amizade e cooperação entre as duas localidades. O acordo foi assinado pelo presidente da Câmara Municipal de Ponte da Barca, Augusto Marinho, e pelo prefeito, Sérgio Azevedo, numa cerimónia realizada na prefeitura da cidade sul-mineira, no Brasil, onde estiveram presentes vários representantes e autoridades locais.

A geminação assenta no legado de Cypriano Joseph da Rocha, um cidadão barquense que é apontado como um dos descobridores da região do sul de Minas Gerais, por volta de 1728. O primeiro contacto para esta geminação surgiu a partir da publicação do livro “Cypriano Joseph da Rocha: relato de uma vida entre Portugal e o Brasil na Idade do Ouro”, do escritor português, António Andresen Guimarães. O livro, que foi apresentado em Ponte da Barca, em 2020,  conta a história e o trajeto de vida, privada e pública, de Cypriano Joseph da Rocha, que a 26 de Maio de 1728, acompanhado pelos dois filhos, deixou Lisboa para embarcar na Ribeira das Naus, rumo ao Brasil.

“A geminação permitirá a realização de intercâmbios culturais, educacionais, especialmente na área da Literatura, além de promover o turismo e o desenvolvimento económico de ambas as regiões. A ligação formalizada agora entre as duas localidades irá fortalecer a cooperação entre Brasil e Portugal e promover o intercâmbio de ideias e culturas entre as comunidades. Espera-se que o acordo seja o primeiro passo para uma relação duradoura e produtiva entre Poços de Caldas e Ponte da Barca”, referiu a autarquia.