rede_primaria-1A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez vai avançar com a “instalação da Rede de Defesa da Floresta contra incêndios de Arcos de Valdevez – abertura de Rede Primária e Secundária de Faixas de Gestão de Combustível (Miranda, Rio Frio, Padreiro Sta. Cristina, Proselo, Parada e Vila Fonche)”. Num território onde há grandes incêndios a realização da Rede Primária é fundamental, de forma a diminuir o potencial destes incêndios, criando assim uma “barreira” à eventual progressão dos incêndios florestais, criar oportunidade de combate e consequentemente diminuir a área ardida.

Este projeto é financiado pelo POSEUR – Eixo Prioritário 2: Promover a adaptação às alterações climáticas e a prevenção e a gestão de riscos (Fundo de Coesão), Domínio de Intervenção: 087. Medidas de adaptação às alterações climáticas e prevenção e gestão de riscos associados ao clima, por exemplo, erosão, incêndios, inundações, tempestades e seca, incluindo ações de sensibilização, proteção civil e sistemas e infraestruturas de gestão de catástrofes e tem um investimento elegível de 764 645,16 €, bem como comparticipação Fundo de Coesão (FC) na ordem dos 649 948,39 €.

De referir ainda que no âmbito da defesa da Floresta contra incêndios, a Câmara Municipal celebra anualmente protocolos com entidades detentoras de equipas de Sapadores Florestais, nomeadamente, a Associação Florestal Atlântica, a Associação Florestal do Lima e as Assembleias de Compartes dos Baldios das Freguesias de Cabreiro Gavieira e Soajo, no valor global de 126.667,00 euros, com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários, no valor de 60.000,00€, e com a Autoridade Nacional de Proteção Civil e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, no valor de 25 mil euros, para apoiar a EIP – Equipa de Intervenção Permanente, cuja implementação e funcionamento passa pela congregação de esforços entre estas entidades.