A força e a fé de um povo de pescadores espelhado num mar de oportunidades e sentido com “chieira” em terra mostraram mais uma vez Viana do Castelo ao país e ao mundo. A devoção levou novamente a Senhora d’Agonia ao mar com o apelo de ajudar os homens em terra queimada. Como se sabe “Viana é amor” e a romaria foi até o momento para um pedido de casamento. Ao longo de três dias intensos, passaram centenas de milhar de pessoas em Viana do Castelo. Se a maior parte, foram pessoas do concelho ou com ligações familiares à cidade e região, cada vez mais forasteiros procuram Viana durante as Festas d’Agonia.