“Apoio da Mercadona reforça repostas da Cruz Vermelha ao aumento dos pedidos de ajuda”

A Mercadona e a Cruz Vermelha Portuguesa assinaram um acordo de colaboração para reforçar as doações de bens de primeira necessidade. “Este protocolo de colaboração permitirá alargar o apoio prestado pela Mercadona e chegar a um maior número de pessoas carenciadas”, referiu a Mercadona, enquadrando que o acordo faz parte da reforço do seu plano de Responsabilidade Social. “A pandemia veio evidenciar a vulnerabilidade de milhares de famílias que viviam no limiar da pobreza. O apoio da Mercadona revela-se de grande importância para a capacidade de resposta da Cruz Vermelha Portuguesa ao número crescente de pedidos de ajuda. Sem dúvida, juntos somos imparáveis”, afirmou Francisco George, presidente da Cruz Vermelha Portuguesa.

“A assinatura deste acordo de colaboração com a Cruz Vermelha Portuguesa representa mais um passo na política de Responsabilidade Social da empresa no âmbito das doações alimentares. Estamos certos de que, através deste acordo e de outros que temos vindo a realizar neste âmbito, a Mercadona vai poder chegar a mais famílias carenciadas”, acrescentou Ana Mendia, Diretora de Responsabilidade Social da Mercadona em Portugal.

A empresa refere que, no âmbito do seu compromisso de “Partilhar com a Sociedade parte do que dela recebe”, em 2020, doou 1.200 toneladas de bens alimentares, o equivalente a 20.000 carrinhos de compras. “As doações alimentares, inseridas dentro do plano de ação social da Mercadona, têm crescido progressivamente, acompanhando a expansão da cadeia em Portugal. Estas práticas fazem parte do quotidiano das lojas Mercadona desde o primeiro dia em que abrem as suas portas ao público”, sustenta. 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*