Mercadona e AMI de mãos dadas para reforçar ajuda aos mais carenciados

A Mercadona e a AMI – Fundação de Assistência Médica Internacional assinaram um acordo de colaboração com o objectivo de reforçar e ampliar o compromisso que ambas as entidades têm no apoio às pessoas mais carenciadas. 

Este protocolo de colaboração com a AMI permitirá alargar o apoio prestado pela Mercadona e chegar a um maior número de pessoas carenciadas. “As doações alimentares, inseridas dentro do plano de ação social da Mercadona, têm crescido progressivamente, acompanhando a expansão da cadeia em Portugal”, frisa a empresa, indicando que, em 2020, doou 1.200 toneladas de bens alimentares, o equivalente a 20.000 carrinhos de compras.

“A alimentação continua a ser o apoio mais solicitado pelas pessoas apoiadas pela AMI em Portugal, tendo aumentado 65% no primeiro trimestre de 2021. A colaboração de entidades como a Mercadona é, por isso, fundamental, para dar resposta a esta necessidade primordial e assim contribuir para o sucesso do processo de acompanhamento social dos beneficiários. Só com um esforço conjunto da Sociedade Civil será possível fazer face ao aumento da pressão social e contribuir para a construção de um futuro melhor e mais digno para todos”, afirmou Fernando Nobre, presidente da AMI. 

“É na sequência da nossa política de Responsabilidade Social que assinamos este acordo de colaboração com a AMI na certeza de que, através das suas várias e boas práticas e iniciativas, chegaremos a mais famílias portuguesas carenciadas. Na Mercadona, quer seja por meio das doações diárias que realizamos através de cada uma das nossas lojas, quer seja através de colaborações com entidades como a AMI, estamos comprometidos em partilhar com a Sociedade parte do que dela recebemos”, acrescentou Ana Mendia, diretora de Responsabilidade Social e Empresarial da Mercadona Portugal.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*