Maratona de BTT confirmou Melgaço como vila radical

Roberto Ferreira (DMT Racing Team) e Ana Antunes (Ser e Parecer Publicidade-Cycling) foram os vencedores em Elites da 5.ª Maratona BTT Vila de Melgaço, terceira e penúltima prova da Taça de Portugal de Maratonas e prova de atribuição dos títulos do Campeonato do Minho BTT XCM – Discover Melgaço. A equipa SPAC BTT, de Ponte de Lima, foi a campeã regional em equipas masters, depois de ter conquistado três camisolas de campeões regionais do Minho, nas categorias de Master 30, Master 35 e Master 45, com os atletas Tiago Castro, Filipe Machado e João Leite, respetivamente.

Promovida em conjunto pela Associação Ciclismo do Minho, Município de Melgaço e Melsport, a 5ª Maratona BTT Vila de Melgaço começou e terminou no Complexo Desportivo e de Lazer / Centro de Estágios de Melgaço, tendo sido promovida em condições de segurança e no cumprimento das orientações da Direção-Geral da Saúde e das normas concertadas entre aquela entidade e a Federação Portuguesa de Ciclismo.

Afirmando que “correu tudo lindamente”, José Adriano Lima, vereador do Desporto da Câmara Municipal de Melgaço, salientou o facto da 5ª Maratona BTT Vila de Melgaço ter sido pontuável para a Taça de Portugal e para o Campeonato do Minho BTT XCM – Discover Melgaço. “Estamos sempre dispostos a colaborar, sejam elas as primeiras ou últimas etapas. Todas elas têm algum aliciante, mas claro que ficamos muito satisfeitos pela confiança que depositam em nós, quer a Associação de Ciclismo do Minho, quer a Federação Portuguesa de Ciclismo, sendo a confiança recíproca”, garantiu o autarca.

José Adriano Lima recordou que “Melgaço foi dos poucos municípios a nível nacional que foi recebendo eventos”. “Cumprindo sempre todas as regras, é claro, fomos dos concelhos, dentro das limitações, que decidiu arriscar e arriscamos porque percebemos que seria viável e também porque toda a nossa atividade económica precisava que esta dinâmica acontecesse. Estes eventos têm um impacto direto desportivo, mas também na nossa economia local”, salientou.


Roberto Ferreira (DMT Racing Team) destacou-se em elites masculinos, numa corrida que se decidiu mesmo no cair do pano, após 81 quilómetros e 3h26m52s em competição. Roberto Ferreira bateu Bruno Sancho (Korpo Activo/Penacova) por apenas 1 segundo e Bruno Henriques (BTT Loulé/Elevis) por 1m32s. 
O barcelense Hélder Gonçalves (Kelly/Simoldes/UDO), ao concluir a prova em sétimo lugar da geral, sagrou-se Campeão do Minho, deixando na segunda posição Luís Ferreira (BTT Seia) e em terceiro Tiago Machado (Rádio Popular-Boavista).


A terceira prova da Taça de Portugal de Maratona BTT (XCM) viu Ana Antunes (Ser e Parecer Publicidade-Cycling) conquistar a vitória, após completar a prova em 2h44m54s. Celina Carpinteiro (BTT Loulé/Elevis) foi a segunda classificada, a 7m49s da vencedora. Ilda Pereira (Casa Myzé Team) concluiu em terceiro lugar, a 8m29s, sagrando-se Campeã do Minho, enquanto Carina Viana (MonçãoBike/ LusoPrint/ Bombos S. Sebastião) foi a segunda classificada no Campeonato do Minho BTT XCM – Discover Melgaço.
Ana Barata (BTT Gardunha/Fundão/Create) venceu em Masters 30, deixando Cecília Araújo (FigueirasBTT/Lousada/CarvicTea) na segunda posição e Mónica Serrano (MonçãoBike/LusoPrint/Bombos S. Sebastião) na tgerceira. Nas contas do campeonato minhoto, a vimaranense Cecília Araújo, que já havia garantido o título em Cross Country Olímpico, venceu também em BTT Maratonas, ocupando Mónica Serrano o segundo posto.
No setor masculino triunfou Filipe Ramos (Guilhabreu BTT), terminando na segunda posição Tiago Castro (SPAC BTT) e na terceira Miguel Amâncio (Ciclismo 20kms Almeirim/ Restaurante “O Forno”). Tiago Castro (SPAC BTT) conquistou o Campeonato do Minho em master 30, deixando nos lugares imediatos os seus colegas de equipa Valter Lima e Vítor Melo.

Em masters 35 o vencedor foi Ismael Graça (Ciclismo 20kms Almeirim/Restaurante “O Forno”). O limiano José Lourenço (SPAC BTT) foi segundo classificado e assegurou a vitória no campeonato minhoto, enquanto Pedro Correia (BTT Gardunha/Fundão/Create) foi o terceiro classificado.
Em masters 40, a vitória na classificação da Taça de Portugal foi de Raquel Santos (BTT Seia) e Nuno Inácio (BTT Gardunha/Fundão/Create), enquanto no Campeonato do Minho BTT XCM – Discover Melgaço os vencedores foram Virgínia Moreira e Carlos Rocha, ambos da Saertex Portugal/Edaetech.
António Ferreira (BTT Gardunha/Fundão/Create) foi o melhor em masters 45, categoria em que João Leite (SPAC BTT) conquistou o título minhoto.
António Marques (BTT Seia) e Filomena Paulo (Róódinhas/Santos Silva) foram os mais rápidos em Masters 50. Fernando Gonçalves (CTM-Vila Pouca/CEPSA/Casa Lima) ganhou em Masters 55 e Abílio Moreira (Trepanelas/Prifer) subiu ao primeiro lugar do pódio em Master 60.
Hugo Frade (Saertex Portugal/Edaetech) competiu em Paraciclismo e realizou o tempo de 4h05m10s.
No Campeonato do Minho BTT XCM – Discover Melgaço, os vencedores dos títulos foram três ciclistas da Saertex Portugal/Edaetech: Carlos Soares venceu em Master 50; Hermenegildo Alves ganhou em Master 55 e Manuel Pinto em Master 60. Hugo Frade, também da Saertex Portugal/Edaetech, é o Campeão em Paraciclismo C.
Na classificação coletiva do Campeonato do Minho BTT XCM – Discover Melgaço, a formação MonçãoBike/LusoPrint/Bombos S. Sebastião venceu em elites e a SPAC BTT em Masters.

Hélder Gonçalves, ciclista de Barcelos que alinha na equipa da Kelly/Simoldes/UDO, aproveitou o fim da época de Estrada para marcar presença na Maratona Vila de Melgaço e conquistou a Camisola de Campeão do Minho.

“Estou bastante feliz. Decidi prolongar a minha época, visto que as competições de estrada terminaram em setembro. Decidi alinhar em três corridas de BTT e também conto correr o Campeonato Nacional de Maratonas”, afirmou o corredor explicando que a Maratona de Melgaço “foi bastante difícil. As maiores dificuldades foram físicas e a descer, porque eram descidas muito exigentes fisicamente. De resto foi aí que perdi duas posições, mas decidi não arriscar porque não queria deitar tudo a perder numa possível queda, uma vez que já estava com algum desgaste”.

A vimaranense Ilda Pereira (Casa Myzé Team) subiu ao pódio na Maratona Vila de Melgaço e assegurou a vitória no Campeonato do Minho BTT XCM – Discover Melgaço. No final referiu que “esta prova e este resultado causam-se um misto de emoções”. “Fui observando tudo, fui gerindo e tentando divertir-me um pouco, porque apesar do sofrimento que a competição causa, temos que nos divertir. Senti-me muito satisfeita com o que consegui fazer, estar três meses fora do BTT e estar na disputa do pódio deixa-me muito grata”.