Viana acolhe exposição fotográfica sobre “Património das Comunidades Piscatórias”

A Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) expõe a partir de hoje, no edifício dos Antigos Paços do Concelho, em Viana do Castelo, até ao próximo dia 14 de novembro, no âmbito do projeto de cooperação inter-regional CHERISH, as fotografias participantes no concurso de fotografia “Património das Comunidades Piscatórias”, incluindo a vencedora, apresentada por Jorge Meira, com a designação “Pescadores a chegar à praia após uma noite de faina”.

Este concurso decorreu em oito dos países parceiros do projeto, nomeadamente na Holanda (Município de Middelburg), na Letónia (Riga Planning Region), em Espanha (Mallorca Island Council), na Grécia (Município de Kavala), em Portugal (no território do Alto Minho e Esposende através da CIM Alto Minho), no Chipre (Development co. Pafos Ltd.), em Itália (Região de Abruzzo) e na Alemanha (EUCC – Coastal Union Germany).

Cada participante (fotógrafos amadores ou profissionais, maiores de 18 anos de idade) pôde submeter até três fotografias em formato digital na plataforma da competição, que tinham de mostrar a diversidade e a importância do património cultural nas comunidades piscatórias das regiões parceiras. Após o término do prazo de submissão, um júri, constituído por representantes das regiões de todos os países, selecionou as melhores cinco fotografias em cada país.

O concurso foi ganho por um dos participantes portugueses, com uma fotografia designada “Pescadores a chegar à praia após uma noite de faina”, da autoria de Jorge Meira. Esta exposição tem circulado pelas regiões dos países europeus parceiros do projeto, estando patente a partir do dia 5, até 14 de novembro, nos Antigos Paços do Concelho de Viana do Castelo, piso 1, das 10h00 às 18h00.

O projeto CHERISH (Creating opportunities for regional growth through promoting Cultural HERitage of fiSHing communities in Europe), cofinanciado pelo programa INTERREG Europe, tem como objetivo principal a melhoria de políticas públicas de desenvolvimento regional relacionadas com a proteção e promoção do património cultural nas comunidades piscatórias, a fim de aumentar a atratividade dessas regiões para as empresas, cidadãos e turistas