História de Elzira Dantas Machado ligada aos movimentos femininos é debatida em Paredes de Coura 

“Elzira Dantas Machado – Pátria e República” é o tema da conferência que vai ser proferida este sábado, 29 de janeiro, pelas 11h00, na Casa do Conhecimento em Paredes de Coura, no âmbito do Ciclo de Conferências “Estórias do Minho – Narrativas no Feminino de uma Geografia Identitária”. 

A conferência, a ser proferida por António Pires Ventura, professor catedrático do Departamento de História da Faculdade de Letras de Lisboa e diretor da revista da Faculdade de Letras de Lisboa e do Centro de História da Universidade de Lisboa, abordará o percurso biográfico de Elzira Dantas Machado, com destaque para o seu relacionamento com Bernardino Machado e sua inserção nos movimentos femininos e republicanos da I República. 

Seguir-se-á a mesa redonda moderada pelo presidente da Câmara de Paredes de Coura, Vitor Paulo Pereira, e contará com a participação de um painel de investigadores, constituído por Aquilino Machado, professor assistente convidado do IGOT e investigador do Centro de Estudos Geográficos, Universidade de Lisboa, Laboratório TERRA, por José Cândido Oliveira Martins, professor associado da Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Católica Portuguesa e também por António Pires Ventura. 

Esta sessão terminará com uma visita à exposição “Mantelães: uma Geografia Sentimental de Elzira Dantas Machado”, no Arquivo Municipal de Paredes de Coura com curadoria de Aquilino Machado. 

A conferência “Elzira Dantas Machado – Pátria e República” será transmitida online através do link: https://www.facebook.com/municipiodeparedes de Coura 

O Ciclo de Conferências “Estórias do Minho – Narrativas no Feminino de uma Geografia Identitária” que percorre os 24 municípios do Minho pretende valorizar um olhar inovador sobre a herança cultural do Minho rememorada no feminino, enquanto sociedade de forte tradição matriarcal, propiciando uma narrativa congregadora de saberes e valores identitários que importam estudar, conhecer, cuidar, preservar, valorizar e divulgar. 

O Ciclo de Conferências “Estórias do Minho – Narrativas no Feminino de uma Geografia Identitária” surge no âmbito do projeto âncora “PA2. Touring Cultural – Identidade Cultural do Minho”, cofinanciado pelo Norte 2020.