Águas do Alto Minho abre concurso internacional para investir 646 mil euros em Caminha

A Águas do Alto Minho SA aprovou, na reunião do Conselho de Administração de 22 de junho, a abertura de concurso público internacional para a execução da empreitada de expansão da rede de drenagem de águas residuais no Município de Caminha.

A execução deste projeto garante a expansão da rede de águas residuais nas freguesias de Seixas, Vilarelho, Venade, Vile e Vila Praia de Âncora, através da construção de 4,1 quilómetros de redes de drenagem de águas residuais e quatro estações elevatórias, servindo cerca de 552 habitantes em cerca de 158 alojamentos.

O preço base do concurso é de 645.952,40 euros e o prazo de execução é de 210 dias, sendo financiado no âmbito da candidatura POCI-07-62H1-FEDER-181422 / aviso 05/REACT-EU/2021, inserida no Programa Operacional Competitividade e Internacionalização, que visa a construção de infraestruturas de saneamento de águas residuais nos municípios de Arcos de Valdevez, Caminha, Paredes de Coura, Ponte de Lima, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira.

“Com a execução desta empreitada estaremos a dotar as populações abrangidas com uma melhoria da qualidade de vida e a salvaguardar o meio-ambiente ao garantir que as águas residuais recebem o devido tratamento antes de serem devolvidas ao meio hídrico.

Com as obras de hoje, a Águas do Alto Minho constrói um futuro melhor para a população e para o meio-ambiente”, salienta a empresa.