Jorge Sárria vence “braço de ferro” a António Amaral e mantém-se na liderança da AFVC

A Direcção da Associação de Futebol de Viana do Castelo (AFVC)  informou que o Tribunal Central Administrativo do Sul revogou a decisão do Tribunal Arbitral do Desporto que tinha declarado nula a eleição de Jorge Sárria como presidente da AFVC e confirmado a eleição de António Amaral.

“Por força da citada revogação da decisão arbitral proferida pelo TAD, improcedeu o pedido de anulação do acto eleitoral acima referido, o que significa que os membros dos órgãos sociais da AFVC se manterão, de pleno direito, no exercício dos seus cargos”, esclarece a AFVC em comunicado assinado por Jorge Sárria. Com esta decisão, fez-se para a actual Direcção, “justiça, respeitando-se a vontade livre e democraticamente expressa pela maioria dos clubes da AFVC, no referido acto eleitoral, que conferiu a vitória aos actuais órgãos sociais da AFVC”. “A partir deste momento fica encerrado o capítulo de uma discussão judicial que só serviu para prejudicar os interesses da AFVC, mais em nome de interesses ligados a questões de autopromoção do que propriamente à defesa dos interesses da AFVC, dos seus associados, dos praticantes e da modalidade”, acrescenta a nota da AFVC, lamentando que “a primeira parte do mandato dos órgãos sociais tenha sido levada a cabo “à condição” e, por isso, com dificuldade em tomar decisões estruturais, dada a indefinição gerada pela discussão judicial”.