Mercadona doou 33 toneladas de produtos em Viana do Castelo

Das 670 toneladas de produtos de primeira necessidade que a Mercadona doou no primeiro semestre de 2022 em Portugal, 33 foram entregues ao Centro Social Paroquial de Nossa Senhora de Fátima, em Viana do Castelo.

No total, estas doações, que equivalem a mais de 11.000 carrinhos de compra, foram destinadas a mais de 30 cantinas sociais, cinco bancos de alimentos e outras entidades sociais com as quais a empresa colabora.

A Mercadona participa ainda, com os seus recursos humanos e logísticos, noutras iniciativas de âmbito nacional que se realizam ao longo do ano. É o caso da “Campanha de Recolha”, organizada pela Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome, e da campanha “Shop for Goodness” promovida pela Cruz Vermelha Portuguesa, cujo montante angariado foi convertido em cartões de compra que contribuem para a autonomização de famílias carenciadas.

Com mais de 1.660 lojas entre Portugal e Espanha, a Mercadona doou 10.800 toneladas de bens na primeira metade deste ano, o equivalente a 180.200 carrinhos de compras, que se destinaram a mais de 410 cantinas sociais, 60 bancos de alimentos e outras entidades sociais de ambos países.

A par da doação de alimentos, a Mercadona colabora com 32 fundações e centros ocupacionais na decoração das suas lojas com murais de trencadís (mosaicos típicos do Mediterrâneo), elaborados por mais de mil pessoas com incapacidade intelectual.

Outra linha estratégica do Plano de Responsabilidade Social é a sustentabilidade. Para isso, possui um Sistema de Gestão Ambiental próprio, baseado nos princípios da economia circular e focado na otimização logística, eficiência energética, gestão de resíduos, produção sustentável e redução do plástico. Nesse sentido, a Mercadona, junto dos seus fornecedores Totaler, está a desenvolver a Estratégia 6.25: 6 ações para atingir um triplo objetivo até 2025: reduzir o plástico em 25%, que todas as embalagens sejam recicláveis, e reciclar todos os seus resíduos de plástico.