“Aumento do salário mínimo penaliza o bom trabalhador e beneficia o malandro”

0
545

O economista e empresário limiano António Carvalho Martins está pessimista em relação ao futuro económico da região e do país, por causa dos elevados níveis de endividamento das pessoas, das empresas e do próprio Estado. Carvalho Martins, que foi o convidado da sessão “Conversas de Gestão”, a primeira iniciativa do recém-criado grupo diocesano da Associação Cristã de Empresários e Gestores (ACEGE), contou experiências da sua vida pessoal e empresarial e partilhou algumas das suas ideias sobre economia e política. Num tom que oscilou entre o bem-humorado, crítico e pessimista, Carvalho Martins foi taxativo na oposição a subsídios e criticou os entraves que as empresas enfrentam para promover a meritocracia. Leia a notícia na íntegra na edição desta semana do Alto Minho.