“O Paulo Gonçalves era gigante e uma estátua representa a realidade das pessoas” (Com vídeo emocionante)

0
2026
Milhares de pessoas juntaram-se esta tarde em Esposende para inaugurar o parque Paulo Gonçalves, junto à Estrada Nacional 13, e a escultura memorial ao motociclista português com mais títulos nacionais e internacionais. A ideia para a escultura que junta 12 toneladas de peças em fim de vida foi de Paulo Maria, fotojornalista que acompanhou o piloto, natural de Gemeses, em várias provas, e contou com o apoio do Município de Esposende. “O Paulo era gigante e uma estátua representa a realidade das pessoas. Esta tem duas vezes e meia o tamanho de Paulo e, ainda assim, é pequena demais para o que o Paulo sempre nos deu”, afirmou. “Foi uma perda muito grande, pois o Paulo [Gonçalves], além de ser um motociclista de excelência, tinha também um grande significado para a nossa comunidade, por se envolver em vários projetos sociais, desportivos e ambientais”, disse Benjamim Pereira, presidente da Câmara de Esposende. “É um local onde passam milhares de pessoas, nomeadamente muitos motociclistas. Faz todo o sentido estar integrada num parque, tem outras valências que o Paulo também gostava”, partilhou o autarca. Benjamim Pereira considerou que esta iniciativa “é uma forma de honrar a memória de Paulo Gonçalves e torná-lo num exemplo para todos os jovens”. “Já tinhamos feito outras iniciativas, mas gostamos imenso deste projeto, por ser constituído por peças mecânicas oferecidas por todos os que quiseram ajudar a que a memória do Paulo perdurasse para sempre”, acrescentou o autarca. Na inauguração, além dos responsáveis autárquicos, mentores da iniciativa e familiares e amigos de Paulo Gonçalves, estiveram milhares de pessoas, que, num clima de alegria, saudade e emoção, aplaudiram a obra de arte assim que esta foi revelada, após ser retirado o pano gigante que a envolvia. Leia as reações e testemunhos deste momento de homenagem na próxima edição do Semanário Alto Minho.