“2024 tem sido um ano excelente para o Limianos”

0
774

O presidente do Limianos considerou que 2024 está a ser um ano “excelente” para o clube e, particularmente, para a equipa sénior. Jaime Matos considera que o clube e a equipa “merecem” estes últimos resultados, “por tudo o que passaram num passado recente”. Com a manutenção praticamente garantida no Campeonato de Portugal, o presidente não quer pensar na hipótese da subida de divisão, mas admitiu que os jogadores “já só olham para cima”. Jaime Matos realçou a reconquista da credibilidade que o Limianos tem alcançado e contou que o clube já foi sondado para permitir a entrada de um investidor. 

Em 2024, o Limianos ainda não provou o sabor da derrota e, após mais uma vitória na Madeira, chegou ao comando da série A. Entusiasmados com os bons resultados, os jogadores “já só olham para cima” e querem chegar, pelo menos, à fase de subida à Liga 3.  “Mas eu nem quero pensar nisso, porque a dificuldade que nós tivemos para chegar a este ponto foi tremenda e, se pensarmos em ter despesas de mais dois meses, é muito complicado”, afirmou o presidente do clube, notando que, apesar da despesa, a equipa vai “lutar para ganhar os jogos”. “No fim, fazem-se as contas”, gracejou Jaime Matos, atribuindo ao “trabalho e organização” o segredo para os bons resultados. “Com o trabalho competente que todos fazem, desde a direção à equipa técnica e jogadores, os resultados aparecem”, declarou o presidente que tece, no entanto, críticas ao formato do campeonato. “Não faz sentido nenhum descerem cinco equipas. A Federação goza com os clubes nesta matéria, porque os clubes investem muito para andar aqui e não faz sentido saírem quase metade das equipas, sendo que depois só vão duas à fase de subida”, considerou. “Ter duas ou três equipas a descer concordo, mas cinco não. Além disso, as equipas que vão à fase de subida, vão gastar mais dois meses de ordenados, cerca de 30 mil euros”, alertou. 

LEIA A ENTREVISTA COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA SEMANA DO “ALTO MINHO”