Carga movimentada nos portos do Norte equivale a 71% do total galego até novembro

A carga movimentada nos portos do Norte equivaleu, de janeiro a novembro de 2021, a cerca de 71% do volume total movimentado pelos cinco maiores portos da Galiza no mesmo período, de acordo com dados oficiais consultados pela Lusa.

Segundo dados da Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) e do porto de Aveiro, o porto de Leixões e o terminal aveirense movimentaram, em conjunto, 19.154.273 de toneladas de mercadorias nos primeiros 11 meses de 2021.

Comparativamente, este número representa 70,7% da carga movimentada pelos cinco maiores portos da Galiza, sob administração do Governo de Madrid, ao invés do que acontece com as 122 estruturas portuárias mais pequenas, que são geridas pelo Governo da Comunidade Autónoma, a Junta da Galiza.

Assim, em conjunto, até ao final de novembro do ano passado, os portos da Corunha, Ferrol – São Cibrão, Vigo, Marín e Ria de Pontevedra, e Vilagarcía de Arousa movimentaram 27.074.299 toneladas de mercadorias.

No Norte de Portugal, Leixões lidera destacadamente, com 13.990.252 toneladas movimentadas até novembro, seguido do porto de Aveiro, com 5.164.021 toneladas, segundo dados das respetivas administrações.

Para estes números não está contabilizado o contributo do porto de Viana do Castelo, cujos dados oficiais do Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) estão disponíveis apenas até agosto, e que pelo seu valor (263.443 toneladas), não alteram significativamente a amostra.

Na Galiza, de acordo com dados do ministério espanhol dos Transportes, Mobilidade e Agenda Urbana, a liderança é assumida pela Corunha, com 10.502.038 toneladas, ainda assim abaixo do porto de Leixões.

Segue-se o porto de Ferrol – São Cibrão, dividido em duas infraestruturas, uma das quais fortemente influenciada pela presença da multinacional do alumínio Alcoa, que detém uma central em São Cibrão (província de Lugo), e que movimentou, no total, 9.059.604 toneladas.

Os três portos galegos restantes movimentaram 4.245.718 toneladas (Vigo), 1.891.461 (Marín e Ria de Pontevedra) e 1.375.478 (Vilagarcía de Arousa), ficando cada um destes atrás do porto de Aveiro.