Desaire para o CRAV nas Caldas da Rainha

O CRAV averbou uma pesada derrota na Caldas da Rainha com 60 pontos sofridos e apenas 7 marcados. Pelo peso dos números, fácil será perceber que o Clube de Rugby de Arcos de Valdevez terá feito pior exibição da época. Com efeito, 9 ensaios sofridos contra um marcado não pode deixar de ser sinal do avassalador domínio do Caldas RC, assim como das insuficiências defensivas dos visitantes.

A equipa da casa, mais experiente e mais confiante, revelou desde muito cedo muita facilidade em fazer progressões com bola em qualquer zona do terreno. Com efeito, era fácil ver fases de jogo com progressões individuais de 10 e 15 metros, uma vez que o C.R. Arcos de Valdevez nunca conseguia suster à primeira as investidas atacantes dos homens da casa. Além disso, era também notória a superioridade do Caldas RC nas formações ordenadas, criando sempre muitas dificuldades aos minhotos.

Assim, foi com naturalidade que o Caldas marcou quatro ensaios na primeira parte. Começou aos nove minutos de jogo e mesmo em cima do apito conseguiram o 29-0, resultado com que as equipas foram ao balneário no intervalo.

Na segunda parte, seria expectável um jogo diferente da parte do C.R. Arcos de Valdevez, mas tal não aconteceu. Aos três minutos, o Caldas marcou mais um ensaio (34-0). Foi então que se deu o melhor período de jogo dos visitantes, que procuraram contrariar a superioridade do adversário. Marcaram um ensaio aos 10 minutos, mas não conseguiam manter a pressão sobre os homens do Oeste: a jogar só com o coração, a lutar mais do que a jogar, os arcuenses perderam a organização e desenvolveram um jogo anárquico e inconsequente, que rapidamente foi sacudido pelo Caldas. Seguiram-se mais quatro ensaios sem resposta dos homens da casa, que fixaram o resultado final em 60-7.

Neste momento, o CN1 sofrerá um interregno por força do calendário da Taça de Portugal, retomando apenas a 25 de fevereiro. Entretanto no dia 4, o C.R. Arcos de Valdevez deslocar-se-á a Belas, a propósito dos 1/8 final da competição citada.