“A sopa de vinho? Essa dá vida até… aos 100 anos!”

0
938
João Cerqueira Braga comemorou na semana passada 100 anos de vida. Natural e residente em Sandiães, Ponte de Lima, o centenário relata um percurso de vida “duro”, mas realça que o seu trabalho “honesto” como carpinteiro e construtor o ajudou a granjear a “confiança e o respeito” de todos, incluindo nos tempos em que foi emigrante na Venezuela. Foi o responsável pela construção da igreja paroquial e o primeiro presidente da Junta eleito em Sandiães no pós 25 de Abril.
Mora em sua casa, acompanhado de um dos filhos e família, e ainda mantém uma rotina de alguma independência. Os joelhos já teimam em fraquejar, mas ainda consegue tratar da sua higiene e cuidado pessoal e até desfazer a barba. “Já gosto pouco de sair de casa porque as pernas não me ajudam, mas quando ajudavam não gostava nada de estar em casa. Agora, o meu dia a dia é comer, beber e descansar”, gracejou, contando que se vai entretanto com a televisão. “Gostava dos debates políticos, mas já estou cansado disso. Agora, os políticos são mais mentirosos. Também gosto de ver futebol. Sou sempre Benfica”, comentou.
No dia 18 de Março completou 100 anos. “Olhe, nesse dia não me doía nada. Nunca pensei chegar a esta idade, mas foi vivendo o momento”, contou o centenário, garantindo não haver uma fórmula especial para chegar a esta idade. “O segredo é trabalhar, ser alegre, ter paz e sossego e comer o que nos dão, não ser guloso… quer dizer, agora sou um bocado guloso”, comentou o centenário, que ainda gosta de beber a sua cerveja fresquinha, embora o fala “muito raramente”. “Também gosto de sopa e se for uma sopinha de vinho então… até os olhos brilham! Essa dá vida”, declarou, admitindo, no entanto, que apenas “muito raramente” come a sopa de vinho. “Só numa festa. Ainda sei o que me faz mal e o que me faz bem. Nos últimos anos, só bebo um bocadinho de vinho ao domingo, de resto nada”, gracejou.