APDL avança com requalificação do molhe norte da barra do Douro

0
252

A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, S.A. (APDL) vai proceder à reparação das anomalias da fundação do molhe norte da barra do Douro, localizado na foz do rio Douro.

Segundo a APDL, “para a primeira fase da empreitada, ao nível das fundações (parte submersa), foi aberto o procedimento concursal, publicado em Diário da República no passado dia 22 de março, tendo como preço base o valor de 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil euros), o prazo máximo de execução de 18 meses e a apresentação das propostas pode ser feita até ao dia 10 de abril de 2024”. A segunda etapa da empreitada está em fase de estudo prévio e será direcionada para a parte emersa do molhe.

A estrutura portuária do molhe norte do Douro, composta por mais de 65.000 m3 de betão e 2.500 toneladas de aço, foi premiada com o Prémio Secil de Engenharia em 2009. Este reconhecimento destacou a capacidade de resistir à ação direta das ondas, tempestades e correntes, desempenhando um papel crucial na proteção da entrada do rio e na garantia da navegação segura das embarcações. “Essa proteção é de particular importância para a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, que tem o compromisso de preservar e manter as condições favoráveis para a segurança e eficiência do tráfego marítimo na região”, sublinhou a APDL.