DSC_3589
O Centro Cultural do Alto Minho (CCAM) está a celebrar 40 anos e promoveu, na Galeria Barca D’ Artes, em Viana do Castelo, um final de tarde dedicado à poesia. O evento, “simples e informal”, juntou cerca de meia centena de convidados e contou com a colaboração da Casa dos Rapazes.
O lanche/jantar com poesia incluiu a declamação de poemas publicados pela revista Meialibra que o CCAM ofereceu aos convidados. Momentos musicais e de pintura também marcaram este evento comemorativo.
DSC_3590
A presidente do CCAM, Luísa Quintela, não deixou de destacar a importância da instituição para Viana do Castelo, pelo “contributo para um mundo melhor, a nível da criatividade e da cultura”. “Geramos imensos movimentos e oportunidades culturais. Ao longo da nossa existência promovemos várias iniciativas e, hoje, temos uma mostra de alguns cartazes sobre esse eventos que é pequeníssima face a tudo que nós temos”, referiu.
DSC_3503
O CCAM atuou, desde a sua criação, nas artes plásticas, conferências, edições de livros, teatro e cinema. “A oficina de cinema deu origem ao projecto “Ao Norte” e a de teatro fez nascer o que é hoje o Teatro Noroeste”, especificou, acrescentando que o CCAM publica ainda a ‘Mealibra’, uma revista literária, que contém trabalhos inéditos de autores que escreverem, em exclusivo, para a mesma. “Temos poemas de Fernando Pessoa, António Gomes Rosa e Manuela Pedreira que têm trabalhos de uma grande importância a nível nacional”, concluiu.